Posts Tagged ‘hamburger’

Sky’s adapta cardápio veganamente mais uma vez!

rockhard

Nossa lanchonete do coração, ponto de encontro da madrugada e último lugar em que Joaquim Extremo foi avistado, Sky’s Burger está definitivamente do nosso lado.

Depois de ter sido o primeiro estabelecimento a mudar o cardápio com base em uma sugestão do Distrito Vegetal (quando incluíram a opção do hamburger de soja, salvando nossas madrugadas de açaí e batata frita), o Sky’s agora implementou um novo hamburger vegetal para substituir aquele da Perdigão, que depois de fazer um breve retorno ao mercado, desapareceu misteriosamente deixando saudades. Para atender o público vegan, o estabelecimento foi atrás de um novo hamburger vegetal sem leite ou ovos.

Os novos hamburgers são da Soja Mania (conhecidos popularmente como Sola Mania, não me peçam pra explicar) e como o apelido indica não são exatamente suculentos. Mas são totalmente veganos, o que ainda assim é mais legal do que comer casca de ovo, soro de leite de vaca, CARNE DE CAVALO,  ou qualquer outra coisa bizarra que você possa encontrar em outros hamburgers  por aí, não acham?

Mais uma vez representando. Valeu, Sky’s!

 

boa notícia pra começar um bom ano

Eu estava esperando uma boa notícia para fazer o primeiro post do ano do Distrito Vegetal. Não imaginava que seria uma notícia tão boa, tão gloriosa.

Bem, amigos e amigas, melhor ir direto ao ponto:  o hamburger vegan do Sky’s voltou (!) para nossa alegria.

Pra quem não sabe, estávamos sem opções veganas na nossa lanchonete favorita desde que a fusão da Perdigão com a Sadia (duas empresas escrotas e totalmente não-vegans, não precisa repetir isso pra mim nos comentários, tá? não seja bocó) retirou a linha vegetal, preparada sem derivados animais. Isso causou um efeito dominó que derrubou várias das opções mais junkie food vegan (não me julguem) na cidade.

Pra quem não sabe ainda, o hamburger vegetal no Sky’s era uma das principais vitórias do Distrito Vegetal, já que foi implementado no cardápio em 2009 depois de mandarmos alguns e-mails pra eles sugerindo uma mudança mais vegan-friendly. O pessoal do Sky’s respondeu super educadamente, topou a parada, montaram um “combo vegan” com açaí e o negócio fez bastante sucesso. Lembrando ainda que tentamos isso com o Marvin também, que nem deu bola.  A história você lê aqui.

Então, logo após me dar conta dessa notícia desesperadora, eu havia entrado em contato com a Perdigão que informou que num futuro próximo (nebuloso) “o Hamburguer Vegetal continuará sendo produzido pela Perdigão mas com nova embalagem, como Hamburguer Soja Perdigão”. Enfim, esse dia chegou.

Nessa semana, o Douglas que trabalha lá no Sky’s da 106 já tinha dado o toque a uns amigos que o hamburger perdigão tinha voltado e, de fato, ele já consta lá no site da Perdigão, com uma lista de ingredientes e nenhum de origem animal.

Volta Sky’s, voltam nossas madrugadas de vadiagem pós-rolê, volta a alegria na cidade cemitério. O “espírito de 2013” já chega com tudo mesmo. O veganismo venceu! Mais uma vez. Primeira comemoração coletiva, com a presença de Joaquim Extremo e companhia, nesse fim de semana.

Fiquem agora com uma música sobre VITÓRIA pra celebrar esse momento:


Logo menos:

– novo GRANDE GUIA VEGANO 2013 – atualizadinho, com todas as opções de onde comer veganamente em brasa city.

– o já tradicional balanço anual do Distrito Vegetal

VITÓRIA 2 – Mamutes Grill agora tem hamburger vegan!

Em pleno sábado a tarde, recebi uma ligação de um número desconhecido perguntando pelo meu nome de verdade, coisa que ninguém me chama mais. Mal sabia eu, que quem ligava era a gerente de produção da lanchonete Mamutes pra avisar que havia recebido minhas mensagens e tinha procedido com as mudanças no cardápio que havia sugerido. Fiquei muito surpreso.

Então, só pra deixar bem claro: A lanchonete Mamutes (na 310 Norte, 203 Sul e Jardim Botânico) agora conta com hamburger vegano para você fazer um sanduba ou montar uma daquelas refeições estilo Giraffas que você sentia tanta saudade desde que resolveu começar com essa história de parar de comer carne.

Ela me explicou que por um período de teste de dois meses ficarão disponíveies dois hamburgers de soja, um vegano e o outro antigo com ovo, e que a partir de junho haverá uma reformulação geral no cardápio e haverá pelo menos três opções para atender paladares veganos. Eu fiquei de ir lá almoçar essa semana e conversar melhor sobre as novidades pra informar aqui, mas não poderia não perder um pedaço de domingo pra escrever aqui essa bela novidade.

A exemplo do Sky’s, o Mamutes é a segunda rede de lanchonetes que muda o cardápio a partir de sugestões nossas. Eu já escrevi sobre esse tipo de mobilização antes em “encher o saco: a melhor estratégia da ação direta vegana” e fico feliz demais que esse tipo de articulação esteja dando resultados.

O Distrito Vegetal nasceu pra isso. Essa é mais uma prova concreta que nossa rede de mobilização e solidariedade vegana pode produzir mudanças concretas no mundo. Espero que a gente possa produzir ainda mais. O céu vegano é o limite.

Pra terminar, só lembrar que tem muitos casos contrários à esse exemplo positivo do Mamutes. O mais notório, pra mim, foi o do Marvin que, apesar da campanha que lançamos no blog, nos ignorou solenemente. Como se veganismo fosse uma besteira adolescente. Bem, nesses casos eu sugiro que você e suas amigas mandem essa lanchonete se lascar e nunca levem sua mãe lá.

Abaixo, segue a transcrição do textinho que eu mandei pro Mamutes. Sugiro que todo mundo que gostou da novidade, entre na página deles e escreva agradecendo e/ou parabenizando pela alteração no cardápio que agora inclui pessoas com dietas vegetarianas mais estritas. O site é: http://www.mamutesgrill.com.br/2012/index.php/contato. Aproveito para publicizar o agradecimento pelo retorno e atenção do pessoal do Mamutes, vocês tão de parabéns, caras.

Prezadxs,

Gostaria de sugerir uma pequena alteração no cardápio de vocês que poderia incluir ainda mais clientes para o Mamutes.

 Trata-se de uma alteração na marca do hamburger de Soja – da Sadia para a Perdigão – para atender pessoas que não consomem carne e tampouco derivados de leite ou ovos, os vegetarianos estritos, ou veganos.

 Eu inclusive possuo um guia de estabelecimentos com opções veganas (https://distritovegetal.wordpress.com/o-grande-guia-vegano-brasilia-2012/) em que várias pessoas sugeriram o mamutes por não saber que havia derivados de animais no hamburger de vocês.

 Infelizmente, sem essa mudança as pessoas que adotam essa dieta vegetariana ainda ficam impossibilitadas de consumir no seu estabelecimento.

 Temos exemplos positivos de lanchonetes que mudaram o cardápio a partir de sugestões nossas (como o Sky’s) e tiveram bastante êxito.

 Aguardo retorno. Abraços,

Pedro.

 

Duas novidades vegan que eu adoro e uma perda vegan que odeio

Inspirado na série do Angeli, vamos para uma rápida atualização vegetal. Como eu não sei (nem quero) ser tão cínico quanto o cartunista, inverti a proporção para o dobro de coisas que eu adoro e apenas metade que odeio.

Duas novidades vegan que eu adoro:

– Crepes veganos no Crepe au Chocolat

Por essa sua vidinha sem-graça vegana não esperava né? Quem manda a novidade é a nossa réporter investigativa, Marina Corbucci (em breve uma resenha/reflexão aqui do DV):

Oi Poney,

Seguinte, outro dia li na Revista Veja Brasília comer & beber que o Crepe au Chocolat está com essa nova linha de   crepes “light” (ai que saco esse nome!) que não contêm glúten, ovos nem leite na massa. Na revista só citavam recheios com carne, então resolvi ligar lá e perguntar tudo certinho.

Me informaram que havia dois crepes salgados com recheio sem carne: um de pasta de abóbora com shitake e cebola caramelizada e outro com antepasto de berinjela e abobrinha e um creme feito a partir de biomassa (feito com a polpa da banana verde cozida, coisa super nutritiva) e creme de soja.

Além disso, três crepes doces com chocolate de soja: um com banana, outro com morango e outro com castanha.A massa não leva nenhum produto de origem animal, apenas farinha de banana verde e água. Fui lá e provei os dois salgados e o de chocosoja com castanha.

Confesso que preferiria mil vezes uma massa com farinha de trigo, ficaria mais consistente e menos seca, mas nada assim tão reprovável (e uma ótima opção para meus conhecidos que evitam ou não podem comer glúten).
A biomassa com creme de soja tem uma textura super legal mas eu continuo achando que creme de soja não combina com comida salgada, muito doce e abaunilhado… Mas também nada que seja incomível! Também achei que o antepasto de berinjela poderia ser mais bem feito…

O de chocolate nem preciso falar né… Há quanto tempo eu desejava um crepe de chocolate!!!

Agora minha sugestão é para que as pessoas que resolvam provar os crepes deixem sua avaliação e possíveis sugestões (eles devem ter um formulário pra isso lá): eu por exemplo sugeriria recheios feitos com tofu (mais adequado que creme de soja), queijo de castanha, pasta de grão de bico… Além do que, não entendo porque coisas veganas têm que ser com chocolate de soja: o meio amargo da Garoto pra mim é uma opção bem melhor (menos doce), mais fácil e mais barata pra eles.

Também vale sugerir novas opções de recheios: tomate seco, palmito, shimeji, espinafre, crepes doces com sorvetes (sorbets) à base de água, calda de chocolate etc. E por que não? Um crepe vegano com glúten! hahaahahhaa!! Quem sabe até uma massa semi-integral, ficaria gostosa… Pena que na hora não pensei em pedir o formulário de sugestões, mas na próxima deixo com certeza.

Ficaadica!
Veganismo 10 x 0 falta de opções em Brasília

Hamburger de shitake e shimeji no Three Burgers

Ali na 413 Norte (quase uma meca do veganismo em Brasília) onde ficava o Cabíria Café e bem do ladinho do Ômega 3, acaba de abrir uma nova lanchonete de hamburgers com opção vegana, o Three Burgers. Conheci o estabelecimento por acaso, passei e resolvi dar uma de enxerido. Para minha grata surpresa, a resposta para minha pergunta toda sem jeito: “Vocês por acaso não teriam algum tipo de hambuger que de repente poderia ser preparado sem carne e tal?” foi uma calorosa: “Temos hamburger VEGAN, sim!” . Que felicidade. E o negócio é uma delícia. Uma resenha será publicada em breve.


 Uma perda vegan que odeio:

– Sem mais sanduíche vegano no Submore

É com muito pesar que passo a notícia que o Submore da Asa Norte (esquina da 115) mudou de nome, de proposta e de negócio e que o único (o único!) item do cardápio que foi retirado foi o sanduíche “Veggie”, a única (a única!) coisa vegana pronta que eles tinham pra oferecer. Sério, vai se lascar novo submore! Vai se lascar! Assim que eu conseguir o contato de lá, eu posto aqui pra todo esse exército de um homem só dos apreciadores do sanduíche veggie (eu) se pronunciar contra mais uma perda do nosso Distrito.

Leia a resenha da época que implementaram o sanduíche lá.

Campanha: hamburger vegan no Marvin

A gente já teve vitória antes no Sky’s e poderemos ter mais uma conquista agora.

Escrevi hoje pro Marvin pra reconfirmar se eles utilizam ingredientes animais no hamburger vegetariano deles. Eu já tinha perguntado antes, mas era só uma desculpa pra saber se eles tinham algum plano de mudar a receita e aproveitar pra sugerir que eles fizessem um prato sem ingredientes galináceos, como leite e ovo. Recebi rapidamente uma resposta, com uma boa notícia: o pessoal lá tá testando receitas sem ovos. Se a gente divulgar entre as pessoas veganas ou simpáticas ao veganismo a gente pode convencer o Marvin a fazer essa mudança mais rápido.

É claro que eu sei que um monte de gente não comeria no Marvin mesmo com opções veganas. Eu entendo e acho bacana que existam pessoas assim. Mas como vocês já devem ter percebido, o veganismo errmita ou o veganismo pureza não são muito o mote do Distrito Vegetal, né? Espero que também não tenham problema com isso.

Abaixo, os emails que mandei e que recebi. Quem quiser fazer o mesmo, seria muito legal.

Nome: Pedro Arcanjo Matos
Assunto:
Quais os ingredientes do Hamburger Vegetariano?
Mensagem:
Prezados, gostaria de saber quais os ingredientes do Hamburger Vegetariano de vocês. Tenho uma dieta vegetariana e não consumo derivados de leite nem de ovos. Caso o hamburger de vocês conte com algum desses ingredientes de origem animal, fica aqui a sugestão para que vocês mudem a receita e passem a atender essa parcela de vegetarianos que vem crescendo, os chamados “Vegans”. Desde já agradeço e aguardo resposta. Att, Pedro Arcanjo.


Sr. Pedro

No hambúrguer vegetariano usamos gema de ovo para dar liga aos ingredientes.
Estamos testando uma receita sem a gema de ovo porem ainda não esta aprovada.

Atenciosamente.
Edson Costacurta
Sócio Gerente

Vitória!

Nem só de derrotas vive o veganismo aqui no Distrito Vegetal.  Após alguns meses de troca de emails com o Sky’s,  a preferida, a favorita,  a única escolha da juventude roqueira nas madrugadas de barriga vazia pelas ruas de Brasa City, finalmente conseguimos uma vitória: hamburger vegetal (sem galináceos e latícinos) no Sky’s!

Quarta-feira fomos lá fazer uma comemoração em grande estilo. Só o Hery comeu três hamburgers. Sem abrir mão da batata-grande e do açaí, é claro.

Comemoração que me deu até vontade de voltar com o blog.

há braços veganos,
Poney.

Relato o ocorrido abaixo, com alguns emails que recebemos:

Sábado fomos ao Sky’s e nos deparamos com uma novidade tremenda: hamburger vegetal! eu mal podia conter minha felicidade, quando fiz a pergunta maldita: “pera aí, que marca que é?” o cara me disse “é da sadia”. fiquei puto da vida, porque sei que de vegan esse hamburger não tem nem o cheiro, então fiquei só na já clássica combinação de açaí com batata.

um dia depois recebi um email que dizia:

“Olá Pedro,
estamos com a opção do Hamburguer Vegetal da Perdigão em nosso cardápio. Conforme sugerido por várias pessoas essa foi a opção mais prática e viável encontrada.
Esperamos poder atendê-los.

Att.”

Na hora eu mandei um de volta:

“Boa tarde,

o hamburger é mesmo da perdigão? Eu fui a uma loja de vocês no sábado e me dissram que era um hamburger da Sadia, que eu não posso consumir por ser feito com leite e ovos.  vocês poderiam me confirmar essa informação?

Obrigado pelo email!
Pedro.”

E obtive a resposta:

“Ok Pedro, o hamburger vegetal é da Perdigão, o que é da Sadia é o de Calabresa. Vamos orientar melhor nossos funcionários.

Att.
Carlos.”

Quase que simultâneamente a Alice recebia:

“Boa Tarde Alice,
demorou um pouco mas incluimos em nosso cardápio o hamburger de soja perdigão (conforme solicitado) inclusive com uma promoção para veganos ( Açaí + Batata + Hamburger vegetal salada)

Após seu contato fomos bombardeados com diversos e-mails com a mesma solicitação. Estamos atendendo os pedidos e oferecendo essa nova opção.

Por favor repasse a novidade aos outros vegetarianos para que essa experiência possa ser bem sucedida.

Att.”

Animal, né?
Ô felicidade.