Posts Tagged ‘rapidinhas vegetais’

novidades (boas e ruins) pro Guia Vegano do Distrito Vegetal

boas novas

SAGA VEGANA – onde se pode encomendar pães, bolos, brownie, pão sem queijo (pão “de queijo”) congelados, leites vegetais, queijos vegetais e esta semana ainda será lançado o super especial Omelete Saga Vegana, que vou lançado ao público por ocasião do FestVeg.  http://www.sagavegana.com.br (enviado por Júnior Edvaldo)

Germinar, 202N! proposta é bem focada no café da manhã, com opções de suco além do suco vivo, pra comer opções vivas, além das cozidas sem glúten e sem lactose (cuzcuz, tapioca, salgados). E a partir de 20/10 funciona também das 17h às 20h, com sanduíches e caldos. Tb tem salgados veganos congelados e leites vegetais para levar, e em breve tb vai rolar hamburgueres veganos congelados!  Esse sábado (29/09) é a inauguração (pela manhã, de 7 às 12h),  degustação de alguns itens do cardápio e tb uma atividade pras crianças. (enviado por Edith)

Klango do Cerrado – 208N – É uma pizzaria na 208 norte que agora faz pizza vegana com mandiojeko graças a pedidos de algumas pessoas. Ela faz entregas e abre de 12h00 até 23h (enviado por Priscyla)

Yakisso-bah – 210N – Tem um cardápio vegan (!): https://www.yakissobah.com.br/veganos.htm e e fazem delivery. (enviado por Henrique)

Yogzen – 107 sul – tem no cardápio sanduíches veganos. Provei o de beterraba, cenoura e pastinha de grão-de-bico no pão multicereais… Aprovado! O tamanho é bem honesto e não é caro. (enviado pela Sofia)

Pastel Mix – 107 sul – onde dá pra pedir o sabor azeitona e palmito, além do de banana com canela, se a cliente pedir, eles fazem sem queijo. (enviado pela Sofia)

más novas

Sky’s – voltou o hamburger vegetal (ÊÊÊ), mas é da da Sadia e com ovo (BÚÚ). Vamos nos organizar pra escrever pras grandes corporações sem coração pra ver se conseguimos um hamburger vegan de volta? (campanha em breve aqui no blog)

Mercado do Produtor em Vicente Pires –  A loja de falafel fechou há uns seis meses. O letreiro ainda estava lá… Mesmo assim, o mercado tem várias coisas maneiras. (enviado por Antônio Barros)

“precisamos apurar” novas

Calango Hot Dog – Salsicha de soja realmente tá em falta, mas no calango hot dog tem almôndega… Será que é vegan? (enviado por Aline)

Jonnie Burger – Será que sem o queijo esse veggie é vegano? Alguém conhece? http://www.johnnieburger.com.br/img/cardapio.jpg (enviado por Aline)

(se você tiver mais sugestões, investigações, notícias ou novidades, mande aí nos comentários ou poneteo@gmail.com)

saldo: 5 positivas – 2 negativas + 2 incertezas =

Anúncios

Esclarecimentos da Perdigão sobre a linha de produtos vegetais

Caríssimas vegetais,

no último post revelei minha profunda preocupação com a possibilidade de estarmos ensaiando um retorno a Idade das Trevas veganas com o fim das opções vegetais nas nossas lanchonetes de junk food favoritas desencadeado pelo aparente fim da linha vegetal da Perdigão.  Não soube dizer se esse processo estava acompanhado por um revival dos anos 90 e uma retomada do extrato de soja Mãe Terra. Talvez.

Bem, eu escrevi pro SAC deles e recebi a seguinte resposta:

Olá Pedro,

 Agradecemos seu contato com a Perdigão.

Quanto ao seu questionamento, informamos que em 2009 houve uma fusão administrativa entre Sadia e Perdigão (detentora da marca Escolha Saudável), que resultou na empresa BRF- Brasil Foods S.A, uma das maiores empresas de alimentos do mundo.

A Legislação brasileira exige que um órgão de defesa da concorrência (CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica) avalie todas as grandes fusões para preservar a competição entre as empresas e proteger o consumidor de possíveis abusos.

Dentre as exigências para a aprovação desta fusão, foi determinada a venda de algumas marcas do portifólio da Perdigão, dentre elas, a Escolha Saudável (que contemplava o Hamburger e a Salsicha vegetal) que a partir de 01 de Agosto de 2012 não está mais sendo comercializada pela empresa. No entanto, o Hamburguer Vegetal continuará sendo produzido pela Perdigão mas com nova embalagem, como Hamburguer Soja Perdigão.

Para mais informações sobre a fusão e sobre os produtos que foram suspensos e os que permaneceram, sugerimos acessar o site www.perdigaoevoce.com.br

Agradecemos o contato e pedimos desculpas pelo inconveniente, renovando nosso compromisso de levar a todos os nossos consumidores produtos da mais alta qualidade.

Colocamo-nos à disposição.

Centro de Serviços ao Consumidor Perdigão
0800 701 7782

(Um parenteses importante nessa hora. Acho que todo mundo aqui sabe que a perdigão é uma empresa tosqueira que financia e lucra com a morte de milhões. Não se trata aqui, portanto, de valorizar uma empresa dessa jogando as contradições pra debaixo do tapete ou mesmo de tornar a nossa ética dependente desse tipo de corporação. Vejo mais como uma espécie de aliança estratégica, que assume suas contradições e que permite uma facilidade e conveniência maior pra quem é simpática ao veganismo. Fecha parenteses.)

Resta saber se esse novo hamburger e salsicha serão veganos (o da Sadia não é), e ver quando começarão a circular. Assim que obtiver mais notícias posto por aqui. =)

Férias e Novidades

O distrito vegetal estará de férias por pouco mais de um mês. Foi um semestre bem intenso pelo menos né?

Bem, me comprometo a voltar em agosto um guia maroto de sobrevivência vegana  do velho mundo pra compartilhar por aqui. Me despeço não antes de postar algumas novidades do nosso distrito, felizes e tristes.

Opção vegan no Pátio Brasil
A Elis nos enviou esse e-mail simpático com essa ótima notícia!

 Tem mais um restaurante para o Distrito Vegetal! =D O Seletti no Pátio Brasil, eles fazem um prato com hambúrguer vegano e dois ou três acompanhamentos (arroz, feijão, batata etc) Abraço!

Bom dia, Elis.

(aqui o e-mail da loja, que ela também encaminhou)

 Conforme nosso contato por telefone, segue ingredientes do HB Vegetariano: Tofu (soja orgânica, água, magnésio e cálcio), cenoura orgânica, farinha de trigo integral orgânica, óleo de soja, shoyu, semente de girassol, vinagre de maçã, alho porró, semente de abóbora,  sal, trigo para kibe, temperos e ervas aromáticas.

 Reforçando que nosso site está sendo atualizado e lá você poderá encontrar todos os nossos pratos e ingredientes. De qualquer maneira estou à disposição para dúvidas.

Novidades de comida vegan chinesa, vegan mexicana e vegan natureba

A Milena mandou as seguintes dicas pra gente:

Long Fu, fica na 402 e é o melhor restaurante chinês de brasília, o preço acompanha, mas tem várias opções veganas e bem oleosas. O meu preferido é um macarrão de arroz (só que esse tem q pedir sem carne e frango) vem na chapa e é uma perdição, tem uma batata frita também que tem amendoim e gengibre, uma beringela deliciosa e vários pratos com tofu. Vale a visita quando estiver afim de abrir a carteira 

Tem também um restaurante mexicano novo chamado Mucho gusto, embaixo da Palato, 309 norte, só lembrar de pedir sem queijo. Uma delícia.

Pra quem curte saladas e sucos o restaurante Maori, no lugar que era o bar raízes, 110 norte, tem umas opções diferentes, uma pena que a lasanha de berinjela do cardápio não possa pedir para tirar o queijo.

Fim do Natura Dog?

Sempre passo de bicicleta ali pela 207 norte e nunca mais vi a barraquinha do Natura Dog. Procurei no facebook e aparentemente foi apagada. Alguém sabe dizer se esse é realmente o fim da nossa carrocinha de cachorro quente vegetariana em Brasília? Uma pena…
 

 

Rapidinhas Vegetais 2012 (V)

Cows Get Spring Fever GIF - Cows Get Spring Fever

Depois do enorme texto da semana passada, vamos logo para a nossa atualização de links e dicas semanais sem mais delongas:

1) Caçadores de Mitos Vegan: Farinha “Láctea” Soymilk e leite Yoki – NÃO é vegan

(para ler acompanhado do botãozinho http://www.nooooooooooooooo.com/)

Tá aqui a explicação do pessoal do Om Shanti: “Infelizmente os produtos da Olvebra são sem lactose mas nem sempre são veganos. É o caso desse preparado para mingau que é semelhante à farinha lactea. Em seus ingredientes encontramos a vitamina D (Colecalciferol) que tem sido alvo de várias questionamentos e que também é encontrada em leites de soja como o Pura Soja e Mais Vita da Yoki. Essa vitamina utilizada no produto Soymilke sabor Farinha Láctea é de origem sintética, sintetizada através de um produto de origem animal, portanto NÃO É VEGANA”

Pelo que pesquisei o negócio é feito com pelo de carneiro, é mole? Pô, farinha láctea é a coisa que eu mais sinto falta nessa vida. eu geralmente faço uma emulação com uma mistura de ades quente, farinha de aveia, canela e açúcar mascavo, mas não é a mesma coisa… nunca será a mesma coisa!  Vou tentar conseguir os contatos da empresa e postar aqui pra fazermos uma mobilizaçãozinha, afinal quem é que precisa de Vitamina D, né?

2) Escolha Vegan Comésticos

Uma boa novidade pra quem quer se ligar nos aspectos não-alimentares do veganismo é o blog “Escolha Vegan Comésticos”, colo aqui a descrição dessa iniciativa bacaníssima da Fabiana: “A proposta do Blog é apresentar os melhores produtos Cosméticos vegan disponíveis no mercado. Se você já fez a sua escolha assim como eu \o/!! Aqui pretendo conseguir também o voto SIM(!) eu uso cosméticos vegan de quem não chegou lá ainda. 😉 Para tal, reuno produtos diversos, empresas, as opiniões de quem usa, minhas pesquisas e expêriencias pessoais, etc. Entre e fique a vontade!”

Acesse:
http://www.escolhavegancosmeticos.blogspot.com/
http://www.escolhavegancosmeticos.blogspot.com/
http://www.escolhavegancosmeticos.blogspot.com/

3) Novidades para o Guia Vegano: Mixido e Salim Sou Eu

Duas novidades de lugares para comer veganamente enviadas aqui pro Distrito Vegetal.

A milena enviou o Mixido: “Tem o restaurante Mixido na 402 sul, é um fast food que faz mesmo um mexidão vegetariano, para ficar vegan é só não escolher os adcionais de ovo e queijo. É uma mistura de arroz (branco ou integral) feijão (dois tipos) e outros ingradientes para adcionar. É 5 reais o pequeno (q é um pratão) e 10 reais o grande. Vale a pena, fica aberto até as 23h.”

A alice mandou o Salim Sou Eu: “tá rolando um lugar novo pra sanduiches de falafel: salim sou eu na 405 sul (e ao que parece no lago sul e na upis também). rola um sanduiche quente de falafel e um pão sírio com hommus e salada (não tem pra que pedir esse último, provei os dois e digo: fique com o falafel, jovem!)”

4)  Reportagens: “Quinoa e violência na Bolívia” e “Diferenças culturais entre chimpanzés”

Pra terminar, duas notícias muito interessantes, a primeira tem bastante a ver com o que escrevi um pouco em O problema de classe do veganismo :

“O nosso leite-de-soja-de-cada-dia também está inserido num contexto global de commodities e outras relações macroeconômicas sacanas que praticam mais-valia em cima trabalhadorxs e exploram animais humanos e não-humanos. O veganismo deve ser uma das nossas táticas e articulações para combater tudo isso e não para fingir que vivemos em outro mundo, de conto de fadas, em que podemos lavar as mãos e dissimular não-crueldade. Somos parte da engrenagem e só tendo consciência da nossa condição de peça é que podemos fazer alguma coisa”

Febre da quinoa gera conflitos na Bolívia

“O cultivo do grão, usado por adeptos da alimentação saudável em todo o mundo, reacendeu uma disputa limítrofe entre as principais áreas produtoras do país. Segundo denúncias, as plantações ainda ameaçam causar a desertificação de uma região já inóspita para a agricultura.”

e a segunda,  que transversalmente tem muito mais a ver com veganismo do que bolinhas de quinoa:

Cientistas encontram diferenças culturais entre chimpanzés vizinhos

“Eles identificaram três comunidades diferentes de chimpanzés, cada uma com hábitos próprios para abrir nozes. Dependendo da resistência da casca, os animais usam materiais específicos – madeira ou pedra –, e o tamanho também varia.

Como essas três comunidades vivem na mesma floresta, no Parque Nacional Taï, a questão ambiental não explica as diferenças. A genética também não seria a causa, pois fêmeas saem de uma comunidade e vão para as outras, logo todos compartilham genes.”

Nem tudo é genética, nem tudo é mera resposta ao ambiente. Que bom que nem a gente nem os chimpanzés precisam ser reduzidos à uma dimensão, né?

rapidinhas vegetais IV

enquanto eu faço da minha vida um longo e inacabado exercício de procrastinação, vamos para mais uma sessão de rapidinhas vegetais.

Novos blogs sobre veganismo no Distrito:

Três blogs bacanas que descobri recentemente sobre veganismo, libertação animal e receitas vegetarianas feitos por pessoas aqui de Brasa City.  Aproveito o espaço aqui no Distrito Vegetal, para divulgá-los e reforçar a rede de solidariedade vegana, mais importante do que qualquer pastelzinho de palmito:

Libertação Animal Brasília – http://bsblibertacao.blogspot.com/
Veganismo, Brasília e Tudo Mais – http://veganicecandanga.blogspot.com/
Cozinha da Bruxahttp://cozinha-da-bruxa.blogspot.com/

Salgados veganos espalhados por Brasília:

O pessoal da Mariá Salgados está espalhando seus salgados veganos pelo nosso Distrito. Confira abaixo listinha de alguns lugares que você pode encontrá-los.  Segue um contato logo abaixo, com elxs você pode descolar chantilly vegan, comida congelada e pão de “queijo”.

Bombonlery Pollylau – Faculdade UNB
Cafeteria café Metro – SCS, Quadra 1, Bl G, Loja 2
Caloria Certa – Faculdade UNB
Colégio Maxwell – QE 11 Guará I
Digo´s Açaí – QI 31, Bl A – Guará II
Equilíbrio Lanchonete – Faculdade UDF – 703 sul
Faculdade Unicesp – Guará I
Faculdade Unip – SGAS 913 Sul
Lanchonete Laranja Lima Limão – Academia RunWay – Sudoeste
Top Set Café – Setor Comercial Sul
Via Del Café – 710/910 Sul – Centro Clínico Via Brasil

contato: mariasalgadosespeciais@gmail.com
35221865 (Net)/84943678(Tim)/92065093(Tim)
falar com Orlando, Vívian ou a própria Iracema

Lanches congelados vegetarianos:

A dica é da Edith:

Poney, esqueci de te falar tb da Soham Alimentos Vegetarianos, eles entregam lanches congelados, todos vegetarianos e muitas opções veganas! Experimentei os quiches de brócolis com queijo de amêndoas e o de abobrinha com queijo de amêndoas, e samosas de legumes e castanhas…delícia! Não são enooormes, os quiches são pequenos, mas achei o preço legal. 3,50 os quiches, 1,50 a samosa…mas até agora só vi divulgação e contato pelo Facebook, tem que procurar por lá…é uma boa opção pra ter no congelador, tipo pra lanche mesmo…ah, e tb tem caldos!

tá aqui o link pra pagina do facebruick: http://www.facebook.com/profile.php?id=100002385024605
rola um cardápiozinho bem simpático.

fui!

rapidinhas vegetais 3

mais uma sessão de rapidinha vegetais.
dessa vez com pedidos de ajuda investigativa e uma sugestão de gambiarra* vegana.

Caçadores de Mitos Vegan

Eu estava espreitando pelos resultados das minhas últimas incursões investigativas antes de escrever aqui. Infelizmente, não consegui obter nenhuma resposta para o monte de emails que enviei. Típico. Bem, resolvi então vir aqui e transformar esse post num pedido de ajuda para os outros caçadores de mitos vegan espalhados por esse Distrito Vegetal.

Será que alguém aí consegue descobrir se os seguintes produtos são (ou podem ser preparados de maneira) vegan?

– arroz com legumes e shitake no Gendai
– rolinho de maçã com canela do Gendai
– picolé de fruta do Diletto
cookie de aveia do Subway

Dica de Gambiarra Vegan

Pra quem curtiu o falafel do Kikebab (dica da Joseth postada aqui), eu descobri que tem como pedir um kebab doce com banana, açúcar e canela. Não é a coisa mais deliciosa do mundo, mas é legal pra comer algo doce depois de tanto pepino em conserva.

*gambiarras veganas são aquelas adaptações e improvisos, verdadeiros frankensteins alimentícios, que nem sempre primam pelo melhor paladar (esse privilégio burguês), mas que pelo menos não trazem nada de bicho.

rapidinhas vegetais

Um especial de rapidinhas vegetais  somente com dicas das barrigas famintas e corpos desocupados de quem tem a audácia de acompanhar esse blog. Muito obrigado, pessoal! Em breve, todas serão devidamente postadas no nosso Guia. Mande sua dica também pra poneteo@gmail.com 

– Mamute Grill – enviada pelo Cleuton.
Encontrei uma lanchonete na 203 sul ( Acho que é isso) chama Mamute. Rola hambagá de soja, sendo que só um tem o molho especial vegan. E rango onde vc pede 2 hambagá vegan pede pra tirá o ovo e pode por adicional de batata frita, vem arroz, feijão, farinha e salada. Eles colocam calabresa do diabo satanaz no feijão e tem que pedir tirar, a única parte paia. Esse prato sai por 10 e poco com a batata. Vê ae: http://www.mamutesgrill.com.br/ Espero ter ajudado, bjuu!

– Pastelaria do Caio na Torre – enviada pela Joseth
Tudo jóia?  Agora na Torre tem na barraca “Pastelaria do Caio” um pastel de palmito (palmito+molho de tomate) bem gostoso e barato por 2 conto. E, claro, um caldo de cana refrescante, tb 2 conto.

– Mariá Doces e Salgados – enviada pela Simone
Muitas novidades na tabela da Mariá doces & salgados. Várias coisas gostosas que você pode encomendar congelado. Mais pelo email: mariasalgadosespeciais@gmail.com

– Salgados veganos no Udfinho – enviado pela Lilian
Mais um pro guia vegano: no udfinho, no ICC da UnB, na terceira lanchonete (contando de quem entra vindo do estacionamento), agora estão vendendo empada, risólis e coxinha de pts vegan. Eu comi só a empada, não é muito temperada e fica na geladeira, o cara aquece no microondas quando você pede. Custou três reais. Não é a melhor coisa da vida, mas no desespero, salva!

partiu! fistyle!